Notícias & Pesquisas

Pandemia provoca queda significativa nas vendas do dia dos namorados

Pandemia provoca queda significativa nas vendas do dia dos namorados

Pesquisa realizada pelo Grupo Datacenso, entre os dias 29 de maio a 03 de junho, aponta que as vendas do Dia dos Namorados de 2020 terão queda significativa comparado com o ano passado, para a maior parte dos comerciantes curitibanos, principalmente em função do aumento do desemprego e da queda da renda das famílias, causados pela pandemia de coronavírus.

 

No geral, 75% dos comerciantes entrevistados relataram que as vendas devem ser inferiores ao ano passado.

De acordo com o levantamento, os comerciantes curitibanos continuam preocupados com o rumo da economia e o cenário de vendas dos próximos meses.

Nota-se, no geral, que 56% estão preocupados, 25% desanimados, 6% aguardando as oportunidades chegarem e 13% esperançosos.

A pesquisa também aponta que a maioria dos consumidores curitibanos (96%) pretende comemorar o Dia dos Namorados, e destes, 93% pessoalmente e 7% através de ligação de vídeo.

De acordo com a pesquisa, os principais presentes são: roupas (39%), 21% almoço ou jantar, 21% perfumes e/ou cosméticos, 16% cestas no geral, 14% bebidas, 12% calçados, 12% flores, 10% bolsas e/ou acessórios, 9% joias e/ou relógios, 9% livros, 7% chocolates e 22% outas citações.

E para 69% dos curitibanos, as compras do Dia dos Namorados serão pela internet, já para 17% em loja de rua, e 14% em lojas de shopping.

O ticket médio previsto é de R$ 134,00 por presente. Em relação ao ano de 2019, apresenta uma queda de 3%, onde valor gasto foi de R$ 138,00.

Segundo o CEO do Grupo Datacenso, Claudio Shimoyama, como já era esperado, a pesquisa revela que os comerciantes estão muito preocupados com os seus negócios e apreensivos com a vendas do Dia dos Namorados em 2020.

A expectativa é de uma queda nominal de 44% nas vendas em relação ao ano mesmo período do ano passado. E real apresentando queda de 46% corrigida pela inflação acumulada dos últimos doze meses de 2,4%.

No levantamento foram entrevistados 100 comerciantes e 233 consumidores curitibanos, totalizando 333 entrevistas. A leitura dos resultados deve considerar a margem de erro de 7%, para consumidores e 10% para comerciantes, considerando um grau de confiança de 95%, sendo satisfatório para uma análise estatística.

As perguntas cuja soma das porcentagens não totalizam 100% são decorrentes de arredondamentos ou de múltiplas respostas.

Confira o relatório completo abaixo de acordo com as perguntas feitas para os entrevistados:  

RELATÓRIO DIA DOS NAMORADOS 2020

Comentários